Comitiva de Santo Antônio da Patrulha reúne-se com Secretario de Estado de Minas e Energia

 

 

Na manhã desta segunda feira, 28, alguns vereadores estiveram em reunião com o Secretário de Minas e Energia do Estado, Artur Lemos, em seu gabinete no Centro Administrativo Fernando Ferrari em Porto Alegre. O encontro foi agendado há algumas semanas, depois que moradores de algumas localidades do interior do município reuniram-se com os vereadores na câmara de Santo Antônio da Patrulha para reclamar da baixa carga de energia elétrica.

Acompanharam a reunião os vereadores André Selistre, Valtair Andrade, Marcelo Gaúcho, Manoel Adam, Charlis Santos, João Luis Bacana, o Chefe de Gabinete do Deputado Estadual Lucas Redecker, Mauri Nunes, o engenheiro da CEEE, Gustavo Arend, a Consultora de Meio Ambiente e Projetos do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de SAP, Priscila da Rosa Santos, o Secretário Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Fernando Missel, e representantes de das comunidades de Morro Grande, Rincão do Herval, Rincão do Capim, Serraria Velha, Herval,  Colônia Soares, Monjolo, Pinheirinhos, Campestre e 2º Distrito.

A pauta do encontro foi o aumento da potência energética em algumas localidades do interior, além das extensões de rede e da falta de resposta dos protocolos da CEEE aos moradores.

Segundo o Secretário, em um primeiro momento o gerente da CEEE local de Santo Antônio da Patrulha será chamado para encaminhar todas as demandas não atendidas e para explicar o motivo da demora nas respostas dos protocolos. Após isso, será marcada uma nova reunião na secretaria onde irão representantes da câmara, do sindicato e das localidades, para repassar o que for acordado com o gerente.

Também será destinada uma equipe da Ceee de Porto Alegre para visitar as localidades mencionadas na reunião, onde poderão ver pessoalmente os problemas e tentar resolver as demandas possíveis.

Lemos reforçou que, quando o problema for o aumento para rede trifásica, o morador precisa fazer um protocolo na Ceee local, onde esta fará um projeto e devolverá ao proprietário, já com o orçamento para a obra, visto que a empresa não tem obrigação de prestar esse tipo de serviço.